"Aquilo que não nos destrói, fortalece-nos"
Friedrich Nietzsche

21.6.10

Gestores em Portugal

Em Portugal existem bons gestores, muito bons, é pena que não são reconhecidos.

Gerir uma família, entenda-se por família tudo o que a envolve, casa, carro, filhos, escolas etc. com o ordenado mínimo, é uma tarefa árdua, é um verdadeiro milagre e conseguem.

Tem de estar tudo bem planeado, não há cá orçamentos rectificativos, não pode haver derrapagens.
Colocar pessoas destas a gerir empresas do estado não seria pior de certeza.

Acredito que o stress é muito, o final do mês demora muito, um problema que aumente a despesa, transforma-se logo numa dor de cabeça.

Também sei que há muito ordenado mínimo declarado que é só no papel, mas para esses, patrões só espero que as finanças lhe batam à porta, quanto aos funcionários que o permitem só espero que não tenham nenhum problema de saúde, porque aí meus amigos é que “ a porca torce o rabo”[ frase mais ou menos popular usada quando uma pessoa se vê enrascada, com culpa no cartório].

3 comentários:

Poetic GIRL disse...

Sem dúvida a verdadeira gestão faz-se dentro de casa... sabes ontem estive com a Izzie disse-lhe que tinhas sentido a falta dela. Assim que possivel ela envia-te um email! bjs

Just Me...S disse...

Podes crer amiga!! Eu nem consigo imaginar uma pessoa sobreviver com cento e tal euros como uma senhora que apareceu no outro dia na TV. Parte-se-me o coração. Sempre que posso ajudo quem precisa!!

Beijoca doce

Leana disse...

Concordo em absoluto com o escreveste.

Só que, infelizmente, as coisas estão organizadas de tal maneira, que, mais depressa as finanças batem à porta de um pobre coitado que não pagou as mais valias por ter ganho mil euritos na venda da casa, do que à porta do patrão, que embolsa 8 ou 10 mil euros por mês, mas que desconta pelo ordenado mínimo :s

São muitos jantares e viagens, entre outros benefícios pelo meio...

Bjinhosss