"Aquilo que não nos destrói, fortalece-nos"
Friedrich Nietzsche

3.3.10

Eu só quero crescer

Preciso crescer, como pessoa.
Para que isso aconteça,
é necessário que as pessoas que me rodeiam sejam maiores,
que queiram crescer,
podem aproveitar a viajem e crescer comigo.
Não posso perder tempo com criancices,
muito menos com adultos de 61 anos que amuam com uma chamada de atenção.
Preciso de ajuda,
quero aprender a lidar com estas situações,
pois sei que vão aparecer novamente,
quero estar preparada.
Se pudesse gritava: Cresçam e apareçam,
mas não posso,
não seria profissional.
Alguém com conhecimentos em causas perdidas, que seja expert a lidar com a raça humana, me ajude a lidar com esta "gentinha".

14 comentários:

Malinha viajante disse...

Irá sempre existir gente assim, não grande coisa a fazer senão ignorar e seguir em frente ;)
bjs

Patty disse...

Tens de ter uma dose de paciência muito grande, às vezes temos de trata-los como eles fossem crianças, é muito complicado, mas vais conseguir.
Bjocas
Patty

Fi* disse...

Boa sorte é o que te posso dizer. Crianças adultas são das mais dificeis de lidar, já não há nada que as faça "moldar-se".. *

Just Me...S disse...

É contar até 10 linda!!! E respirar fundo :))

Beijoca doce

Sairaf disse...

Acho que vai ter é de ter muita calma querida anf.
Hoje em dia é difícil encontrar pessoas adultas, que não percam o espírito de criança, mas crianças maduras e adultos sensatos.
Abraço grande e muito obrigado :)
Adoro ler o que escreves.
Com carinho
Abraço grandes
Sairaf.

Cadinho RoCo disse...

Calma. O convívio humano não é fácil, nem simples, nem capaz de ser comensurado, na minha opinião, muito embora haja quem insista em acreditar nas regras e tratados a generalizarem tudo para alcançarem solução por demais pausterizada. Para o instante aflitivo, compreensão seguida de tolerância e firmeza de propósito para que todas as adversidades não comprometam ou intoxiquem a disposição. Pra mim, a magia da passagem para êxito está é no amor. Admita o outro ser tal como ele é sem prescindir do amor que dará sustentação ao seu vagar de maneira firme e compatível com o seu jeito modo de ser.
Cadinho RoCo

xandarte disse...

Olá, a Carla é um espectáculo de ser humano :),divertida,gosta de ajudar,foi ela que me incentivou a criar um blog.Só a conheci no dia do almoço e adorei-a.Se lhe dizeres que ela te ajudou sem saber vai adorar de certeza,ela é muito fixe.Olha a mala vermelha reversivel custa 17€,mas eu não sei se está vendida ou não, pois uma amiga levou para mostrar às colegas dela e ainda não me disse nada.É que desse tecido já não tenho.Mas depois digo qualquer coisa.

Pepper disse...

Também gostava de saber!

Kika disse...

Acho que estares consciente de que queres aprender é um grande passo já!

Olga disse...

O ser humano é difícil de ser entendido e eu quanto mais conheço o mundo dos adultos, mais prefiro o das crianças. Para as crianças ainda tenho paciência agora para os adultos valha-me deus. Estou neste momento a passar pelo maior teste de paciência possível e imaginário, hoje é o 4º dia, o lema é não me vou stressar e como diz a nossa amiga Mary Brown não vou sair do Pico. Podemos aprender juntas... Beijinhos.

Olhos Dourados disse...

Não é fácil...

by " A Invisível " disse...

Desejo-te muita paciência... Nunca é fácil lidar com situações destas. É complicado...
Beijinho e força! ou seja paciência... Muita, porque há pessoas que nos tiram do sério a todo o custo com tanta burrice e casmurrice. :)

Fatucha disse...

Há que ter paciência, contorna a situação...com o tempo passa.

Pinkk Candy disse...

adultos de 61 anos, aiii, aí já não há nada a fazer, chega a uma certa idade, que a pessoa já não muda, é o que é, e quanto muito aquilo que é, ainda se acentua mais!

não é fácil, paciência, digo eu...

=)

xoxo