"Aquilo que não nos destrói, fortalece-nos"
Friedrich Nietzsche

31.8.10

Momento fútil do dia

Ontem, na hora do café "despertar pró dia", vi uma rapariga com uma sandaloca gira, básica mas o ideal para mim.

O que passou pelo meu pensamento foi deprimente, senão vejam lá:

ou esbarro na moça sem querer mas de propósito, ela cai aproveito a ocasião, roubo a sandaloca e fujo, ou educadamente meto conversa e pergunto-lhe onde comprou,

Anf volta a terra, retirei-me triste, mas com dignidade.
A verdade é só uma, hoje ainda penso na sandaloca e que bem ficaria no meu pé de princesa.

8 comentários:

Sílvia disse...

Devias ter perguntado, a senhora até te podia ter achado meia maluca mas pelo menos agora sabias onde encontrar a bela sandaloca :)

Sairaf disse...

Se tivesse contigo teria lá ido e teria perguntado à rapariga onde comprou tão bonito sapato!! :)
abraço grande
Com carinho
Sairaf

izzie disse...

Já te estou a imaginar qual Bonnie a roubar sandalocas!...
Deixa lá... vingas-te noutro par, ainda mais perfeito! :)

Beijinho,

Poetic GIRL disse...

Quem sabe não tropeças num par que ainda seja mais bonito? Também nesta altura comprar sandalocas torna-se deprimente, tens pouco tempo para usar... beijoca

Rita G. disse...

Não havia mal nenhum em teres perguntado:) bj!

estrela cadente disse...

Olá Ana!!!!
Apenas para te dizer para visitares o meu novo espaço!!
Desta vez é que é!!!
Sou a carlinha, das bolas de berlim com creme!!!
Beijinhos!

Lita disse...

Anf... só tu para me fazeres rir a estas horas!! lolololol
beijo!

Patricia disse...

Eu teria tido lata para perguntar. Aproveitava a deixa da Maria se meter com toda a gente e como quem não quer a coisa, olhava para baixo e dizia: Que fantásticas! Conte-me lá onde arranjou essa preciosidade!